A importância da Inteligência Emocional no exercício da liderança

A importância da Inteligência Emocional no exercício da liderança

A inteligência emocional desempenha um papel fundamental na liderança. Os bons líderes são aqueles que nunca perdem o controle, são autoconfiantes e enfrentam os desafios deixando de lado os problemas pessoais. Ouvem seus subordinados, são comunicativos e pesquisam antes de tomar suas decisões para avaliar o seu impacto.

Fácil né?

A liderança é uma habilidade que devemos desenvolver, porque em algum momento teremos a oportunidade de colocá-la em prática, seja como pais, mentores ou líderes no mundo corporativo.

O que é a inteligência emocional?

A inteligência emocional é a capacidade de compreender e administrar a suas próprias emoções e as das pessoas ao seu redor. As pessoas com um alto grau de inteligência emocional sabem o que sentem, o que significam suas emoções e como elas podem afetar as outras pessoas.

A inteligência emocional é essencial para uma liderança de sucesso.

De acordo com Daniel Goleman, psicólogo americano que ajudou a popularizar a IE, existem cinco elementos principais:

– Autoconhecimento

– Autocontrole

– Motivação

– Empatia

– Habilidades sociais

Quanto maior a capacidade do líder de gerenciar cada uma dessas áreas, maior será sua inteligência emocional.

1- Autoconhecimento

Conheça a si mesmo, suas emoções e como elas afetam as pessoas ao seu redor. Ser um bom líder também significa conhecer seus pontos fortes, seus pontos fracos e se comportar com humildade.

2- Autocontrole

Líderes que exercem o autocontrole de maneira eficaz não discutem, não tomam decisões precipitadas ou no calor das emoções. O autocontrole ajuda no bom relacionamento entre as pessoas.

3- Motivação

Os líderes motivados trabalham constantemente em direção aos seus objetivos e seu trabalho tem padrões de qualidade bem elevados.

4- Empatia

A empatia é fundamental para o gerenciamento de uma equipe bem-sucedida e organizada. Líderes empáticos são capazes de se colocar no lugar do outro; ajudam as pessoas do seu grupo a se desenvolverem, fazem críticas construtivas e ouvem aqueles que precisam.

Se você quer ganhar o respeito e a lealdade das pessoas, deve ser empático.

5- Habilidades sociais

Os líderes que dominam as habilidades sociais são grandes comunicadores. Não se assustam com as boas ou más notícias e são especialistas na obtenção de apoio dos demais para a conclusão de uma nova missão ou projeto. Administram muito bem as mudanças e os conflitos.

O melhor líder é aquele que trabalha e interage com os outros. Ele tem uma sólida compreensão dos seus sentimentos e sobre como isso afeta os demais.

Todas essas habilidades vão ajudá-lo a se destacar no futuro e gerenciar situações de liderança, seja na família, na escola, no trabalho transformando o ambiente em que vive.

Vamos trabalhar a Inteligência Emocional dos seus líderes?

Fechar Menu